sábado, 10 de setembro de 2011

Em busca do tesão perdido

Falta de vontade, acomodação, falta de tempo... Eu poderia estar roubando, eu poderia estar matando, poderia até estar trabalhando, mas achei que valia a pena voltar para este blog. Acho que escrever assim, corrido, de novo, vai fazer bem para meu cérebro - o qual vive a ponto de derreter. Eu tenho escrito muito, mas nada - ou quase nada - é material que eu possa sair assim, postando, mostrando... Então compenso isso postando material desenhado mesmo.

Se ninguém notou (hahahah) eu continuo desenhando, mas até a "distribuição" da coisa ficou mais restrita nos últimos anos, uma vez que não publico mais no BR. Minha casa editorial no momento é alemã. De resto, claro, continuo espalhando o horror pela internet afora, sendo que mais recentemente me apaixonei pelo Tumblr, depois de ter mantido um cadastro lá por meses até tomar vergonha e começar a postar ali. Eu posto uns rascunhos, trabalhos em progresso, etc etc. Material do grosso mesmo, este eu não posto: a maior parte da minha produção tem dono, seja editora ou clientes particulares. E vamos falar honestamente, leitores...

Isso está acabando com o meu tesão.

É isso aí. Trabalho é bom, mas acaba com o tesão. Um dia desses percebi que não consigo nem olhar uma folha de papel sem pensar em desenhar nela algo que seja do agrado alheio. Fiquei meio perdida, tentando lembrar como era divertido o "desenhar pelo desenhar" e o mesmo se aplica à escrita. Arrá, pois é... Eu poderia estar escrevendo uma fanfiction, ou terminando o que já andei escrevendo aí, mas isso seria 'out of question'. Nem à pau. Antes de me aventurar a fazer coisas que dêem prazer aos outros, tem de partir de mim redescobrir o tesão perdido. Se eu não me envolver de fato com o que estou fazendo, terá sido em vão, entende? Estou tentando fazer isso. Tentando. Como eu mencionei no post anterior, agora eu tenho um playground. Pois bem, vou me divertir nele.

Hello, Darkness.

Nenhum comentário:

Postar um comentário